As 499 melhores canções americanas de todos os tempos + uma brasileira

A revista Rolling Stone teve sua importância até os anos 70, depois passou a ser mais uma publicação de uma grande corporação.  Dia desses, a revista publicou um listão de 500 músicas, que ganhou o título de As 500 maiores canções de todos os tempos. Cá no Brasil, a lista fez Jorge Ben Jor, o único brasileiro do listão, ganhar mil notinhas na imprensa falada, escrita e televisada, em algumas se sente que o escriba exulta pelo feito do compatriota. 

A música selecionada pela equipe da Rolling Stone é Ponta de Lança Africano (Umababarauma), do LP África Brasil (1976), um dos seus grandes álbuns. Na caudalosa obra de Jorge Ben Jor (sobretudo antes de acrescentar o “Jor”). Esta canção é uma de suas melhores, mas não é a melhor, nem mesmo de África Brasil. Aliás, ela passou despercebida na época. A primeira regravação foi feita em 1990, por Arto Lindsay, quando formava, com Peter Scherer, o duo Ambitious Lovers (no álbum Lust). Só a partir de então passou a entrar no repertório de muita gente.

 Depois, o que a RS chama de 500 melhores canções de todos os tempos tem temas instrumentais não cantados, a exemplo, de So What?, do álbum Kind of Blue, de Miles Davis.  Mais ainda. A lista poderia ser chamada de cinco centenas de músicas melhores de todos os tempos dos Estados Unidos. A quase totalidade da lista é de música feita por americanos, boa parte só tocou nos EUA. Por vezes, não se julga não a canção, mas a interpretação. A melhor canção de todos os tempos, segundo o listão, é Respect, com Aretha Franklin. Mas a composição é de Otis Redding, que era tão bom compositor quanto cantor. E Respect não é melhor do que I’ve Been Loving You So Long, que Otis Redding tabém gravou, na melhor interpretação que alguém já deu a um soul.

Por fim, a lista não inclui, entre as maiores de todos os tempos, nenhuma canção de um compositor que esteve à frente de uma revolução musical, disputou com os Beatles as paradas de sucesso, no início dos anos 60, e dividiu um disco de composições suas com Frank Sinatra. Refiro-me a Tom Jobim, obviamente.  Alia, a lista é somente as 500 melhores músicas de todos os tempos da turma da revista Rolling Stone. Só.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: