Henrique Albino Quarteto abre com música tronxa o Aurora Convida no Teatro Arraial

Quando escrevi Do Frevo ao Manguebeat (editora 34), lançado no final de 2000, um resumo dos principais episódios da música pernambucana no século 20, uma palavra em particular era estranhada pelos revisores, em São Paulo, “tronxo”. Cito o cantor e compositor Don Tronxo, e Revisavam para “Troncho”. Eu voltava ao “tronxo”, e ele trocavam o “x” por “ch”. Até que desisti, e ficou “troncho”.  Os revisores, obviamente, não conheciam pernambuquês. Tronxo tem um alcance muito mais amplo do que troncho.

Quem é versado no idioma de Pernambuco, sabe que o que esperar do concerto inaugural do projeto Aurora Instrumental que volta a ser presencial depois de três anos (aprovado na seleção do Funcultura). A programação será iniciada nessa sexta-feira, 19 de novembro, com música tronxa, título do disco de estreia do Henrique Albino Quarteto, que é mais uma evidência de que o pernambucano, tomando de empréstimo um verso de Caetano (em Love, Love, Love) tem um ouvido musical que não é normal. É desconcertante a música do concerto inaugural do projeto, este ano batizado de Aurora Convida

Henrique Albino, que tocou com outro grande do instrumental brasileiro, o pianista Amaro Freira, formou o quarteto com Felipe Costta (sanfona), Filipe de Lima (baixo elétrico) e Silva Barros (bateria), em Música Tronxa percorre escalas e harmonias nada convencionais. Gilberto Gil quando viu o Quinteto Violado rotulou aquele som de “free nordestino”. O Henrique Albino Quarteto é o superfree pernambucano, de Apofenia, a faixa de abertura, um maracatu de baque solto (nada mais free do que o baque solto), a Solo Tronxo nº1, que é uma espécie de índice de todos as tronxuras saídas da cabeça de Henrique Albino para os outros cinco do disco. O álbum foi gravado no Estúdio Fábrica, registrado em um único take, e tem selo Boa Vista Jazz Records. Na apresentação no Teatro Arraial, o guitarrista Breno Lira (Ave Sangria, Treminhão etc) será o convidado do Henrique Albino Quarteto. (foto de Henrique Albino por Felipe Schuler)

 O projeto Aurora Convida tem oito shows na programação, que vai até 11 de dezembro, às sextas-feiras e sábados, às 19h30. Com curadoria de Gilú Amaral e Félix Aureliano, abaixo os shows da edição 2021 do projeto:

19/11 – Henrique Albino Quarteto convida Breno Lira

20/11 – Joinha’s Band convida Márcio Oliveira

26/11 – Makamo Quinteto convida Aishá Lourenço

27/11 – Saracotia convida Cláudio Rabeca

03/12 – Mabombe convida Júnior do Jarro

04/12 – Laís de Assis convida Nilsinho Amarante

10/12 – Nino Alves convida Parrô Melo

11.12 – Gilú Amaral feat Rimas. INC convida Deco N

Ingressos a R$ 20 e R$10

https://www.instagram.com/aurorainstrumental/

2 comentários em “Henrique Albino Quarteto abre com música tronxa o Aurora Convida no Teatro Arraial

Adicione o seu

Deixe uma resposta para Paulo Ró Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: