The Beatles 60 anos: A decepção num teste na gravadora Decca em janeiro de 1962

Ontem, 1º de janeiro, completaram-se 60 anos do teste que os Beatles fizeram na gravadora Decca, em Londres,no número 165 de Broadhurst Gardens, em West Hampsteade, a dois quilômetros e meio do estúdio da EMI, em Abbey Road (cinco minutos de carro). Um teste que tornaria tristemente célebre o produtor Dick Rowe (foto), que dispensaria o quarteto de Liverpool, alegando que grupo com guitarras tinha passado da moda.

Provavelmente as umas e outras entornadas na noite da virada tenham influído na decisão de Rowe. John, Paul, George, Pete Best e Brian Epstein chegaram na hora marcada, às 11h (numa van dirigida por Neil Spinall). Dick Rowe chegou uma hora atrasado, nada britânico. Meio apoquentado. Não permitiu que o grupo usasse o próprio equipamento, a que estavam acostumados, mas o do estúdio. Rowe estava com pressa, quem sabe ressacado. Em apenas 60 minutos os Beatles gravaram 15 canções (que circularam anos depois em LP e depois CD, os famosos The Decca Tapes Sessions).

Dick Rowe fez seu assistente, Mike Smith dar uma de Pôncio Pilatos. Ficou para ele a decisão de contratar os Beatles ou outra banda. Nessa mesma tarde, de início de ano, houve um teste com o grupo Brian Poole & The Tremeloes: “Eu disse, ambos são bons, mas um é um grupo local, o outro vem de Liverpool. Ele disse que era melhor pegar o grupo local. Mais fácil pra trabalhar, ficar mais próximo”, contou Rowe, em uma das várias entrevistas concedidas pelo “homem que rejeitou os Beatles”, como ele ficou conhecido.

Não teria rejeitado, se soubesse da oferta que Brian Epstein fez à Decca, alguns dias mais tarde: compraria 3 mil cópias do compacto, para vender em sua loja de discos em Liverpool, NEMS. Não me contaram isto. “Do jeito que as coisas estavam pra indústria do disco então, com a certeza de 3 mil cópias vendidas, eu seria obrigado a contratar o grupo, qualquer que fosse a qualidade dele”. Até o final da vida Dick Rowe negou ter dito a frase com que entrou para a história do século 20: “Grupos com guitarras saíram de moda, Brian”. E quem deu sorte nessa decisão foi Ringo Starr. Se a Decca contratasse os Beatles, contratariam Pete Best, e ele, dificilmente, seria convidado para o grupo.

Primeira de uma série de matérias, nos passos iniciais dos Beatles, baseadas em jornais ingleses da época, e de obscuros relatos em livro sobre o quarteto, nos 60 anos do compacto de estreia do grupo pela EMI, em 27 de outubro de 1962.

2 comentários em “The Beatles 60 anos: A decepção num teste na gravadora Decca em janeiro de 1962

Adicione o seu

  1. Impressionante esse dick rowe ter conseguido ficar no emprego mesmo depois de tamanha burrada! Imagino só a cara dele testemunhando a ascensão dos Beatles! 😬

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: