Vikki Carr incursiona pela MPB num disco de 1967

Um disco pro domingo, Intimate Excitement (1967, Liberty), de Vikki Carr, uma cantora dos tempos em que se exigiam mínimas qualidades pra se exercer o ofício profissionalmente. Nascida no Texas, de família mexicana, ela circulava pelo pop e jazz, amiga de Frank Sinatra, que a considerava a melhor voz sua época. Este Intimate Excitement é uma raridade, inédito em CD, não se encontra entre os zilhões de álbuns do Spotfy, e é um disco que tem muito a ver com a MPB.

Vikki Carr notabilizou-se não apenas pela grande voz, como por cantar em inglês e espanhol. Integrou o time de cantoras, cantores, instrumentistas que se renderam à bossa nova. Em Intimate Excitement nove das 13 faixas são de autores brasileiros, com um viés para a BN, canções assinadas por Marcos e Paulo Sergio Valle (Samba de Verão, Summer Samba), Tom Jobim (Meditação, Meditation, e Insensatez Insensitive, respectivamente, com Newton Mendonça e Vinicius de Moraes) Jorge Ben (Mas Que Nada, e Chove Chuva, The Constant Rain), Edu Lobo e Ruy Guerra (Reza -Laia Ladaia). Luiz Bonfá e Antonio Maria (Manhã de Carnaval, Carnival) Em algumas faixas, Vikki Carr canta nos dois idiomas, espanhol e inglês.

 A inclusão de Mario Albanese, com No Balanço do Jequibau (parceria com Ciro Pereira) é curiosa. Albanese (hoje com 91 anos) é um compositor de muito talento, mas pouco conhecido no Brasil. O “jequibau” no título do samba é como denominou o ritmo em 5/4, característica de sua música (a câmara de São Paulo, sua cidade natal, dedicou um dia ao “jequibau”, o 9 de agosto). Mario Albanese foi um dos compositores brasileiros mais gravados nos EUA.

No repertório alguns hits da época feito Call Me (Hatch), em levada de bossa nova, ou Goin’ Out of my Heads (Teddy Randazzo/Bobby Weinstein), duas das mais gravadas canções do anos 60 (a segunda, lançada em 1964, por Little Anthony and the Imperials, continua recebendo gravações no século 21). Intimate Excitement é pura diversão, embora gravado num ano em que a música popular tornava-se séria e pretensiosa. Se não for encontrado nas plataformas de streaming, o álbum está no youtube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: