João Bosco e Toquinho traçam uma panorâmica de suas obras no Guararapes, nessa sexta-feira

João Bosco, que se apresenta com,Toquinho, nessa sexta-feira, no Teatro Guararapes, tem uma efeméride pra celebrar neste ano de 2022: os 50 anos de sua estreia, no projeto Disco de Bolso, do semanário O Pasquim. Um começo privilegiado. Dividiu o compacto (que era vendido em bancas de revistas), com Tom Jobim, na primeira versão de Águas de Março. Enquanto João Bosco gravou Agnus Sei, parceria com Aldir Blanc.
Em 1972, Toquinho, que lançou o álbum de estreia, como violonista, em 1966, ja iniciara a bem sucedida carreira de cantor e compositor. Emplacou dois grandes sucessos, em 1969, com Jorge Ben, Carolina Carol Bela e Que Maravilha, e deu inicio à parceria com Vinicius de Moraes, tornando-se a dupla de maior quantidade de sucessos da MPB nos anos 70 (idolos tambem na Argentina).
Vinicius de Moraes, por, coincidência, foi parceiro de João Bosco, em 1967, quando o poetinha visitou Ouro Preto (MG), onde João estudava Engenharia. Ambos têm a mesma idade, 76 anos.
No repertório que cantam no Guararapes os dois fazem una retrospectiva da extensa obra, de dois dos mais prolíficos autores da MPB. A cantora, de Goiás, Camilla Faustino é a participação especial do concerto.
O show começa as 21h30. Outras informações:   3182.8020

Ilustra a postagem a capa do Disco de Bolso, de O Pasquim, que promoveu a estreia de João Bosco em 1972

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: