Hoje se completam 33 anos sem Luiz Gonzaga, cuja caudalosa obra encontra-se quase toda fora de catálogo

Nesta terça, 2 de agosto, completam-se 33 anos da morte de Luiz Gonzaga, o mais influente artista da história da música popular brasileira. E aqui não patriotada por ser ele pernambucano. Gonzagão foi mais influente para as gerações do seu tempo, e futuras, do que todos seus contemporâneos, Noel Rosa, Ary Barroso ou Dorival Caimmy Não se está comparando qualidades, mas influências. Tem ritmos nordestinos estilizados e difundidos por Luiz Gonzaga na música de Chico Buarque, Tom Jobim, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Edu Lobo, Tom Zé, para citar medalhões, e ele continua a influenciar músicos pelo século 21afora.

Porém, apesar de sua importância para a cultura brasileira, a maioria da discografia de Lua encontra-se fora de catálogo, no site da Amazon há mais coletânea, uns poucos discos originais, alguns importados. O álbum Xamego, de 1959, é oferecido no Amazon.com.br por R$ 255. uma vergonha. 

Pior: sua música é, cada vez menos, regravada por conta do que as editoras cobram pelas autorizações das composições. E aí não é só Luiz Gonzaga, claro. Sofrem isto, todos os compositores seus contemporâneos, Ary Barroso, Ataulfo Alves, Dorival Caymmi, Capiba, entre outros, não estão sendo regravados, sobretudo por artistas que não são estrelas da MPB, porque custa muito caro pagar o que as editoras cobram

A foto que ilustra a postagem é rara, retrata o Rei do Baião 1989, alquebrado, impossibilitado de usar a sanfona, perto do fim (acervo JC. Infelizmente não identifiquei o autor. (talvez Breno Laprovítera, que estava no jornal nesta época).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: