TBtelestoques: erros na imprensa, ou quando Beatriz Segall virou Lia de Itamaracá

TBtelestoques

1997, mais ou menos, um mês depois da morte de Chico Science, publiquei um fanzine chamado Meteoro Chico, publicado pela Editora Bagaço. Mais pra uma revista, com pouco texto, e bem ilustrada. Quando estava sendo diagramada, tive dengue. Sem poder conferir a arte final, não deu pra corrigir um erro numa das fotos, de Chico Science, Antonio Nóbrega e Eduardo Ferreira (estilista). Chico e Eduardo estavam com óculos escuros. E ficaram meio parecidos. Quem diagramou achou que Eduardo fosse Chico. Cortou Science, e deixou Antonio Nóbrega e Eduardo Ferreira, este identificado na legenda como o mangueboy. Numa segunda edição, em 2004 a correção foi feita.
Troca de foto é uma mancada muito comum no jornal impresso. O autor é responsável pelo texto que assina. A foto, às vezes, ele escolhe, mas é o pessoal da arte que fica com a responsa de ilustrar a página.
Foi o que aconteceu na matéria do recorte que ilustra a postagem, assinada, na Folha de São Paulo, por Pedro Alexandre Sanchez  Sabe-se lá como, na arte da FSP, transformaram Lia de Itamaracá na atriz Beatriz Segall.
Em 1987, o JC deu matéria com Romeu Tuma, diretor da Polícia Federal, que estava no Recife para um reunião com delegados da entidade. Na mesma edição uma matéria sobre um gay, do bairro do Ipsep, que matou um rapaz, e escondeu o corpo numa vala no quintal. Só que trocaram as fotos. Na matéria com Tuma saiu a foto do matador, com a legenda: “Romeu Tuma no Recife”. Na matéria com o assassino saiu a foto de Romeu Tuma, com a legenda: “O matador gay do Ipsep”.

Outra com uma alta autoridade competente, aconteceu também no Jornal do Commercio (cito o JC, porque passei anos pesquisando a coleção do jornal na sua sala de pesquisa). Em 1964, já com os militares no poder deram matéria com o general Justino Alves Bastos, que ia receber título de cidadão numa cidade do interior. Na edição desse dia, matéria com um batedor de carteira famoso no Recife. na troca de fotos, colocaram a do general com a legenda: “O famoso lanceiro, preso ontem”. Na do punguista: “O general Justino Alves recebe mais uma homenagem”. Deve ter dado bronca.
Teve outra, também do JC, de 1971. Duas fotos legendas. Uma de um casal de gansos com que presentearam o zoológico de Dois Irmãos, e outra do governador Eraldo Gueiros dançando com a mulher dele no clube social. Na foto dos gansos, a legenda: “Governador Eraldo e Gueiros e a primeira dama no Clube Internacional. Na foto do governador: “O casal de gansos de Dois Irmãos”.

Acidentes acontecem.

2 comentários em “TBtelestoques: erros na imprensa, ou quando Beatriz Segall virou Lia de Itamaracá

Adicione o seu

  1. Grata! Bela troca de gansos, Lia que ria eu gargalho😁😁😁
    Vc memorialista de PRIMEIRA, da nossa música e das de além mares. Valeu!🤣🤣😁
    (PS:Matéria anterior: linda foto compositor João Aquino)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: