Quincy Jones vai para os 90 anos, em março de 2023, e ganha caixa retrospectiva da primeira fase de sua extensa obra

Logo que as gravadoras dominaram o formato CD, e fizeram com que se popularizasse, reduzindo-lhe o preço, começaram a faturar com seus arquivos ociosos, montando caixas e mais caixas, de tudo possível e imaginável. Algumas se tornaram séries. A Bootleg Series de Bob Dylan chega, no início do próximo ano, ao 17º volume, com o álbum Time Out of Mind, que completa 25 anos, estendendo-se a cinco discos, num caixote intitulado Fragments – Time Out of Mind Sessions (1996/1997).

Esta série é bem estruturada, bem selecionada, e não é de interesse apenas de pesquisadores da música de Dylan, ou de Miles Davis, que também tem uma série Bootleg, ambas tocadas pelo selo Columbia Legacy. Um dos monstros sagrados da música do século 20, o músico, compositor, arranjador, produtor, o escambau, Quincy Jones inteira 90 anos em 2023, é outro que ganha caixa retrospectiva de sua quilométrica e variada obra.

O problema é que a caixa Milestones of a Legend é igualmente quilométrica, contém 196 faixas, distribuídas por dez CDs, cada qual reunindo dois álbuns, e abrangendo apenas os primeiros anos da carreira de maestro, que completa, também em 2023, 70 anos de estrada, contando com sua entrada na orquestra de Lionel Hampton em 1953. Ele enveredou por praticamente todas as searas musicais, do jazz mais ortodoxo, ao pop, passando pela bossa nova, até chegar ao álbum mais vendido do século, Thriller, de Michael Jackson.

Foram 27 prêmios Grammy, com 95 indicações, uma discografia quase impossível de catalogar, e música de primeiríssima qualidade, e nestes dez álbuns duplos, pode-se escutar apenas uma pequena parte do que fez Quincy Jones, tanto à frente de suas orquestra, quanto produzindo, ou arranjando uma constelação de nomes do jazz ou da música pop, numa ordem cronológica, iniciada com Mau Mau, com o septeto do trompetista Art Farmer (de 1953).

Quem ainda não teve o gosto embotado pela música descartável que predomina no mercado, e que tem a preferência de todas as classes sociais, pode curtir esta geral na fase mais antiga de QJ. Também precisa estar com tempo disponível para encarar quase 12 horas de música. Porém, claro, com opção de consumi-la aos poucos. Milestones of a Legend está disponível na íntegra nas plataformas de música digital.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: