Carminho anuncia Portuguesa, disco nascido durante a pandemia, de fados autorais, com uma faixa assinada por Marcelo Camelo

A portuguesa Maria do Carmo de Carvalho Rebelo de Andrade, ou Carminho, depois de derrubar barreiras, que se transpõem diante de artistas lusitanos que tentam penetrar no mercado brasileiro, faz disco quase todo autoral (com parcerias), cujo título já diz a que vem: Portuguesa. Mas não se distancia tanto assim do Brasil. Ela já gravou com Marisa Monte, Chico Buarque, Caetano Veloso, Alceu Valença, dedicou disco à música de Tom Jobim e, no novo álbum, tem uma faixa assinada por Marcelo Camelo.

Portuguesa é mais um projeto musical surgido durante a pandemia. Em isolamento social, Carminho reviu esboços de canções e passou a trabalhar neles. Nasceram daí 13 canções, algumas com letra e música assinadas por ela, parte em parceria. Uma dessas com a poetisa portuguesa Sophia de Mello Breyner Andresen (1919/2004), As Fontes (Fado Sophia), conhecida dos brasileiros do disco Mar de Sophia, de Maria Bethânia, inspirados em seus poemas.

O álbum de Carminho foi gravado em março de 2022, no lendário estúdio Namouche, em Lisboa, por onde passaram, entre outros, os roqueiros da Xutos & Pontapés. Carminho assina também a produção do álbum, de fados. Portuguesa chega ao público em março.  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: