TBtelestoques – Primeira mulher a ter um frevo gravado, Julieta de Oliveira é ignorada pelos estudiosos do gênero

Atribuiu-se a Joana Batista a có-autoria da Marcha nº1 do Clube Carnavalesco  Misto Vassourinhas, quando ela, no máximo, colaborou com a letra colocada na canção infantil portuguesa Se Esta Rua Fosse Minha, entoada quando o clube desfilou pela primeira vez no carnaval de 1889, (foi fundado no Dia de Reis daquele ano). Era comum as... Continuar Lendo →

Autores de frevos, sem espaço na Rozenblit, foram pioneiros em discos independentes

Há 60 anos, entrava em cena uma nova geração de autores de frevo, responsável não apenas por uma oxigenação do gênero, como também por uma inovação. Com dificuldade de passar pelo seleto funil da Mocambo/Rozenblit, passaram a bancar seus próprios discos. O que nos anos 70, era conhecido como “disco independente”, na época chamava-se “gravação... Continuar Lendo →

Villa-Lobos foi recebido no Recife como chefe de estado, e pretendia levar o maestro Zuzinha para se aperfeiçoar no Rio.

O maestro Heitor Vilas-Lobo recebeu tratamento de chefe de estado quando veio reger concertos, entre os dias 5 e 15 de julho de 1934, na capital pernambucana. Várias bandas militares fizeram-se presentes no cais do porto. Todas de uniforme branco. A Banda de Clarins do Esquadrão da Brigada Militar postou-se no armazém sete do cais,... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑