Villa-Lobos foi recebido no Recife como chefe de estado, e pretendia levar o maestro Zuzinha para se aperfeiçoar no Rio.

O maestro Heitor Vilas-Lobo recebeu tratamento de chefe de estado quando veio reger concertos, entre os dias 5 e 15 de julho de 1934, na capital pernambucana. Várias bandas militares fizeram-se presentes no cais do porto. Todas de uniforme branco. A Banda de Clarins do Esquadrão da Brigada Militar postou-se no armazém sete do cais,... Continuar Lendo →

Um caçador do compacto em vinil perdido

Não entrei na do vinil. Restam-me uns 200, se muito, mas raramente ouço. Assim como praticamente não ouço CDs. Me interessa o conteúdo, as informações sobre o disco encontram-se na web. Por vinil, quis dizer LP. O compacto coleciono há anos porque, em grande parte, dificilmente será reeditado, ou até mesmo lançado no formato digital.... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑