Nêgah Santos, presença brasileira feminina na percussão americana, e também exímia forrozeira

Soube de Nêgah Santos ao escutar Phoenix da saxofonista americana Lakecia Benjamin, do qual ela participa. Bateu curiosidade, porque a percussão brasileira exportada é em sua quase totalidade masculina. Nêgah Santos, sem chamar atenção da imprensa compatriota, já tocou com alguns dos maiores nomes da música contemporânea americana. A começar pelo badalado pianista Jon Batiste,... Continuar Lendo →

Quincy Jones vai para os 90 anos, em março de 2023, e ganha caixa retrospectiva da primeira fase de sua extensa obra

Logo que as gravadoras dominaram o formato CD, e fizeram com que se popularizasse, reduzindo-lhe o preço, começaram a faturar com seus arquivos ociosos, montando caixas e mais caixas, de tudo possível e imaginável. Algumas se tornaram séries. A Bootleg Series de Bob Dylan chega, no início do próximo ano, ao 17º volume, com o... Continuar Lendo →

Eliane Elias em Quietude recria pérolas de várias épocas da música popular brasileira

Não sei se por provincianismo, desconhecimento de música popular, ou simplesmente pra garantir likes, blogueiros, colunistas   só faltam cantar o hino nacional quando Anitta, ou pop star afim, é indicada pra alguma premiação lá fora  Agora mesmo li num blog que Anitta está indicada a 13 categorias no Grammy. Não está. São sugestões da gravadora... Continuar Lendo →

Ella Fitzgerald canta Irving Berlin ao vivo, em gravações, de 1958, encontradas no acervo de Norman Granz, seu produtor e empresário

Em 1958, Ella Fitzgerald gravou um dos mais aclamados discos de uma obra igualmente aclamada, com um repertório dedicado ao songbook de Irving Berlin. Ganhou com ele um prêmio Grammy de melhor performance vocal feminina. O álbum foi considerado, quase por unanimidade, o melhor do ano. Poucos meses depois, Ella fez um show no Hollywood... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑