Papai Noel tem poucas probabilidades de existir

Há dois bilhões de crianças (pessoas menores de 18 anos), no mundo. Assumindo-se que 15% delas (378 milhões) celebram o Natal, e que há 3.5 crianças por residência, são 91.8 milhões de lares (assumindo que pelo menos um garoto comportou-se suficientemente bem pra ganhar presente). Papai Noel, viajando do Oriente para o Ocidente, trabalharia 31 horas, isto é, faria 822, 6 visitas por segundo, isto daria 120,7 milhões de quilômetros. Estimando-se que cada criança receba um lego de tamanho médio (0,9 kg), o trenó estaria levando 321 mil e 300 toneladas.

 Uma rena consegue carregar dez vezes o seu peso, mas para puxar esse trenó seriam preciso 214 mil e 206 renas. No entanto, trafegando a 1.0046 km por segundo, as renas seriam aquecidas da mesma forma que uma nave reentrando na atmosfera terrestre. As duas renas à frente absorveriam 14,3 quintilhões de joules de energia, o que faria com que entrassem em combustão, e se evaporassem em 4,2 milésimos de segundo. Papai Noel, por sua vez, seria submetido a uma força centrífuga 17.500 vezes maior do que a da gravidade. Resumindo. Sem querer botar água no chope das crianças, são mínimas as probabilidades de que Papai Noel realmente exista.

Fonte:  C.C Gaither’s Physically Speaking: A Dictionary of Quotations on Physics and Astronomy.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: