Deo Lopes e Victor, surprendem em Concerto Sentido, indo do samba à milonga

Assim como nomes consagrados do forró são ilustres desconhecidos no Sudeste, onde a música das bandas de fuleiragem é tratada como “forró eletrônico”, grandes músicos do interior do Sudeste também têm seu alcance limitado às suas regiões. Para o resto do país, sertanejo é a música pop popularesca que predomina do Oiapoque ao Chuí. Perde-se, pois de se conhecer o trabalho de Deo Lopes, cantor e compositor, morador do Vale do Paraíba, interior de São Paulo, que lançou com o violonista Victor Mendes, paulista de São José dos Campos, o álbum Concerto Sentido (Kuarup).

Déo Lopes tem uma trajetória longa, foi da turma do Lira Paulistana, no início dos anos 80, tem oito discos solo, entre LPs e CDs, mais uma trinca com o grupo Trem da Viração. Victor Mendes é lançou o primeiro disco solo em 2016. Quando os dois se conheceram quando Deo Lopes participou, em 2017, de shows do álbum de Victor. Passaram a se apresentar juntos, com o repertório dos discos de Lopes, até que passaram a comporem parceria, origem de Concerto Sentido. O nome do álbum vem de um antigo bar paulistano, da Vila Olímpia, o Alma Fuerte – um bar com certo sentido, onde o forte era a música latino-americana.

Aas dozes faixas (uma é instrumental) foram gravadas em 12 dias por Déo e Victor, na base de voz de violão. A seguir foram acrescentadas as participações de Pedro Macedo (baixo), Mariana Corado (violino), e ainda: Thadeu Romano (acordeom), Zé Helder (viola), Ricardo Vignini (lap steel) e Beto Quadros (bandolim).

Não é exatamente um disco de música sertaneja raiz. A balsa (parceria com João Santana) é um samba, inspirado pelas balsas de Ilhabela (SP), onde Deo Lopes morou. Uma espécie de bossa nova para as balsas novas que aportaram na cidade. Há até um rock rural, Pra Sair do Quarto Escuro, composta por Lopes em meio ao isolamento da pandemia, uma canção sobre a depressão: “Quando estou no quarto escuro eu acendo a luz/se for durante o dia eu abro a janela/quando penso no sentido da luz, aquela que conduz/acendo minha vela”. A faixa conta com o baixo de Pedro Macedo, e a bandola de Beto Quadros.

Tem também a milonga Cantiga de Voar, que remonta ás influências da música hispânica, dos tempos em que Deo Lopes se apresentava com o violonista argentino Juan Falú, a quem conheceu no Alma Fuerte.

Um álbum bem mais complexo do que insinua sua aparente simplicidade. A faixa Concretismo é iniciada por uma citação a uma peça de Bach, colorida pelo violino de Mariana Corado, e o baixo de Pedro Macedo, e é interpretada por Deo e Victor, uma bem humorada canção de amor: “Tudo aconteceu assim de imediato/eu me distraía em mim com meu sapato/quando me ergui é que eu te vi de fato/me olhando a fim de qualquer contato”. Aliás, o álbum é aberto com uma singela e igualmente bem humorada música romântica, Canção do Amor Natural, com Victor Mendes esmerando-se no violão, violão de doze, e guitarra.

Assim o disco vai nos surpreendendo na sua versatilidade ao longo das dozes músicas, das quais apenas o xote Pacífica Nº 2, parceria com a maranhense Irene Portela. Foi gravada em 1988, e nesta nova versão tem o acordeom de cerze a bela melodia. Com o violeiro Ricardo Vignini, na lap steel, Victor Mendes, ao violão, é tocado Cantiga de Barro, o instrumental do disco, com sonoridade que lembra as canções acústicas do Álbum Branco dos Beatles (1968). A enigmática ilustração da capa é de Érica Mizutani. Foto de : André Yamamoto

Um comentário em “Deo Lopes e Victor, surprendem em Concerto Sentido, indo do samba à milonga

Adicione o seu

  1. Doida para conhecer: Concerto Sentido! Graças à vc!

    PS: Terá ido? Ontem descubro Biatriz Virgínia/ youtube/Tears Heaven/Eric Clapton/deliro/escuto s/conta/ noite uma estrela/céu azul/ abri janela p/ vizinhos ouvirem/ ela comigo até agora(nem quero ouvir ele apenas suasonoridades)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: